/ por Rodrigo Moreno /

Eu sempre costumo dizer que Star Wars não revolucionou apenas o cinema, mas também os itens que hoje colecionamos e como os vemos. Em maio de 1977, quando o inesperado primeiro filme da franquia atingiu um sucesso inimaginável, empresas que antes não queriam investir na marca perderam a oportunidade de fazer parte dessa história.

A Kenner foi única fabricante de brinquedos que assumiu o desafio de criar toys baseados no filme, o que nos leva a lembrar de um fato curioso: com o sucesso estrondoso e repentino do filme, não haveria tempo hábil para produção e entrega dos produtos no mercado até o natal de 1977. Foi aí que surgiu a campanha da “caixa vazia”, ou o “Early Bird Certificate Package”, que era a promessa de que os compradores receberiam até fevereiro de 1978 as 4 primeiras figuras da série (Luke, Leia, Chewbacca e R2-D2).

No Brasil, a primeira experiência de colecionismo foi com o álbum de figurinhas e com o jogo de tabuleiro “Fuga da Estrela da Morte”, da Brinquedos Estrela. As figuras demoraram um pouco mais para chegar, e eram réplicas dos bonecos da Kenner, produzidas por uma fábrica de ferreomodelismo, a Model Trem, que produziu os mundialmente famosos “Bootlegs” de chumbo e mais tarde, em 1988, fabricou oficialmente as figuras da Coleção “O Poder da Força” e da animação Droids, da Glasslite, que traziam as figuras do primeiro filme e o lendário Vlix, figura produzida somente no Brasil, item colecionável mais raro de Star Wars e um dos 10 itens mais Raros do Ebay.

Ser colecionador é muito mais que acumular itens ou uma mera competição pela posição de “maior colecionador”. Vai ao encontro do resgate de memórias, uma busca por aquele item importante para aquele colecionador. Tem a ver com foco e paixão.

 Cada acervo carrega a personalidade do colecionador, criando assim a sua identidade, seja com itens raros, antigos (vintage), estátuas, HQs ou recortes de publicações. O que importa não é o quanto a coleção vale, mas o que representa a você. Cada item tem uma história.

Foi pensando nisso que nasceu o “O Poder da Força, Brazilian Star Wars Collectors Club”, um clube que busca resgatar a história dos itens nacionais de Star Wars, assim como compartilhar experiências com outros colecionadores. Confiram mais informações no nosso site e Fanpage do Facebook:

http://www.opoderdaforca.com.br/

https://www.facebook.com/opoderdaforca/

Para fazer parte do Clube basta se inscrever na nossa lista de discussão, também no Facebook:

https://www.facebook.com/groups/opoderdaforca/

ABOUT THE AUTHOR

Curador cultural especializado no segmento nerd. Coordenou o projeto Geek.Etc.Br na Livraria Cultura entre 2012 e 2016, e atualmente é consultor na V&F Consultoria e Eventos. É editor do site Hipertextos, e estreou como roteirista de quadrinhos no final de 2016, no projeto Pátria Armada - Visões de Guerra. Presidiu o Conselho Jedi São Paulo, em curtíssima temporada, em 2001, e hoje faz a gestão de conteúdo do grupo.