Todas as grandes ajudas que a galáxia fez não impediu o universo de causar coisas terríveis algumas vezes na história. A milhares de anos atrás, uma estrela chamada Shadda no sistema de Bi-Boran, se expandiu e criou a Nebulosa Shadda, onde ondas de calor derretiam tudo que tocava a nebulosa. Algum tempo depois, a estrela Shadda perdeu seu brilho e calor e se transformou numa enorme bola de gelo. Por causa desse congelamento, os habitantes do planeta Shadda-Bi-Boran enfrentavam a ameaça da extinção total de sua espécie.

Por causa da mudança drástica da estrela Shadda, Shadda-Bi-Boran foi assolado por tempestades gigantescas e terremotos. Nos últimos anos da República, alguns cientistas já declaravam que o mundo iria em breve congelar e que nada podia ser feito para salvar seus habitantes. O motivo de abandonar os habitantes do planeta era que eles eram vulneráveis a qualquer atmosfera, menos a deles.

Cientistas tentaram criar roupas especiais para os habitantes, mas fracassaram nos primeiros modelos. Depois desse fracasso, a República tentou achar um mundo parecido com Shadda-Bi-Boran, mas não encontrou nenhum. Parecia que o fim dos habitantes do planeta era inevitável. Mas, um grupo de voluntários do Movimento de Ajuda de Refugiados, liderados por uma jovem moça de Naboo, chamada Padmé Naberrie, conseguiu convencer os habitantes a abandonar o planeta e procurar pelas estrelas por um mundo parecido com o deles.

Mas, as esperanças de um novo mundo foram em vão. Quando a última nave deixou Shadda-Bi-Boran, antes de seu congelamento, já se ouvia a notícia que seus habitantes estavam todos mortos. Os últimos 100 habitantes negaram serem congelados, enquanto a República procurava por uma solução. Meses após o fim de Shadda-Bi-Boran, os 100 últimos habitantes faleceram.

Fonte: Star Wars – The Essential Atlas (livro).

ABOUT THE AUTHOR

Também conhecido como "Grievous". Membro do CJSP e fanático por Star Wars desde criança.